Caminhando ao Encontro

Caminhando ao Encontro

sábado, outubro 14, 2006

Domingo XXVIII do Tempo Comum

EVANGELHO Mc 10, 17-30
«Vende o que tens e segue-Me»

Alcançar o reino dos céus é o desejo de todo o Homem, qualquer que seja o credo que professa, o Deus em que acredita, desde os tempos mais remotos.
No caso de nós cristãos é a tarefa que nos é apresentada como a mais difícil de realizar devido à sua exigência - deixarmos tudo o que temos e seguirmos Jesus.
A vida que a sociedade nos dá é repleta de ofertas agradáveis aos olhos, ás quais nos apegamos e sobre as quais temos a ideia de que não poderemos sobreviver sem elas. Mas na realidade não passam de coisas materiais, sem a mínima importância mas que para nós se tornam imprescindíveis. Realmente aquele homem cumpria os mandamentos, não matava, não roubava, não cometia adultério, enfim... Mas quando se pede para largar tudo, bom, aí fica tudo mais difícil. A crescente falta de vocações está inerente à falta de capacidade que temos de nos desapegar das coisas materiais, largar tudo para seguir Jesus, numa entrega total de diponibilidade e de serviço aos outros.

Mas Jesus disse "Aos homens é impossível, mas não a Deus,porque a Deus tudo é possível". Com a oração podemos aprender a seguir Jesus como ele nos pede, não podemos é deixar-nos vencer pelo materialismo. Que a oração esteja presente em cada dia da nossa vida!


Vinde Espírito Santo
Enchei os corações dos Vossos fiéis
E acendei neles o fogo do Vosso amor
Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado
E renovareis a face da terra

1 comentário:

Maria João disse...

Dizemos constantemente que acreditamos num só Deus. Mas, sinceramente, acho que na prática, por vezes, acreditamos em mais do que um. Já não são os deuses dos OLimpo que nos atraem, mas o deus do dinheiro, da carreira, do conforto, da vaidade...enfim este mundo actual está cheio de deuses.
E há uma agravante. Os do Olimpo reconhecemo-los logo e dizemos que não os queremos, porque acreditamos num só Deus, nosso Pai. Mas os deuses actuais andam nas nossas vidas e mal nos apercebemos que eles, de facto, são mais o nosso deus, do que Javé.

Que Deus nos ilumine e nos abra os olhos para vermos que deuses é que temos na nossa vida e que nos impedem, muitas vezes, de seguir o Seu Caminho que é o verdadeiro, o mais simples e mais leve.

bjs em Cristo

"Deus em tudo e sempre"
S. Vicente de Palotti