Caminhando ao Encontro

Caminhando ao Encontro

sábado, setembro 01, 2007

Senhora da Ínsua

A cerca de 200 m. da costam mas já em pleno oceano, ergue-se o o Forte da Ínsua, mandado construir por D. João IV entre 1649 - 1652. Por se situar numa zona próxima a Espanha, era guarnecida pelos soldados e artilheiros de Caminha, existindo no seu interior um farol, a capela de Nossa Senhora da Ínsua e outra pequena de Santa Maria Madalena, e as ruínas do antigo convento.




Esta ilha apresenta três maravilhas, sem explicação:

1. existência de uma fonte de água doce (uma das 3 únicas do mundo situados no mar);

2. não se ouve o ruído do mar, dentro da capela, por mais bravo que este se encontre;

3. todo e qualquer bicho nocivo, que chegue à ilha, morre imediatamente (já se fizeram várias experiências com ratos, e o resultado foi sempre o mesmo).



A imagem da Sra. da Ínsua é, desde 1959, convidada especial das Festas de Nossa Senhora da Bonança (que se realizam no 2º fim de semana de Setembro, em Vila Praia de Âncora).


A sua chegada ocorre no primeiro dia (5ª feira), por via marítima, com a realização da Procissão Naval. Do portinho é encaminhada até à Capela de Nossa Senhora da Bonança, onde permanece em lugar de destaque, junto ao altar, até Domingo, dia da Majestosa Procissão.

Os barcos da Vila, todos engalanados, rumam até Caminha (onde a imagem se encontra, devido ao estado de degradação do forte), onde a imagem lhes é entregue, e regressam onde uma multidão os aguarda. Por vezes o tempo e o mar não permitem que a viagem se faça por mar, mas nada se compara à Sua chegada via marítima.

Contam os antigos que, há alguns anos, muitos eram aqueles que se iam despedir da imagem, na 2ª feira, junto ao comboio, acenando lenços brancos. Hoje, a tradição já não se mantém...

Ao forte da Ínsua apenas se pode aceder por barco. Contudo, um fenómeno que não se consegue explicar, permite que, de 50 em 50 anos, aproximadamente, o povo possa aceder à ilha a pé enxuto, devido à descida das águas. A última vez ocorreu em Abril/Maio de 2001 e muitos foram os que aproveitaram para visitar o forte.

6 comentários:

antonio disse...

Realmente extraordinário! Fiquei com vontade de conhecer o forte de Ínsua. Embora a perspectiva de ter que ir de barco, não me agrade nada! E infelizmete julgo que vou falhar a próxima oportunidade para ir a pé...

Jornal da Família disse...

visite:
www.ojornaldafamilia.blogspot.com

bico de pato disse...

Fiquei encantado com as tuas revelações!
Um verdadeiro tesouro que não se adivinha de terra!
Obrigado
Um abraço

Paulo disse...

Gostei de saber dessa maravilha que desconhecia, como tantas outras, e com vontade de um dia visitar. Já agora qual a historia da Senhora de Insua?

elsa nyny disse...

Gostei muito de saber destas coisas tão maravilhosas!!!

bejitos!!!

Maria João disse...

Concentração pela Paz no Darfur vai unir vários países, este domingo, dia 16.

Aparece, às 18h, no Largo Camões, Lisboa.

Traz uma fita ou pano preto. Mais informações em www.pordarfur.org.