Caminhando ao Encontro

Caminhando ao Encontro

sexta-feira, junho 08, 2007

Festa da Profissão de Fé

Ontem, aqui na paróquia, realizou-se a Festa da Profissão de Fé.
Por hábito esta festa realiza-se sempre neste dia, dado o seu significado, que assim assume uma maior destaque, embora em algumas excepções se tenha realizado em épocas diferentes.
Foi uma festa repleta de muita alegria, muita vivência e muita fé, 28 crianças do 6º ano professaram a sua fé.
Este ano a Igreja tinha uma disposição diferente. Um semi-círculo em frente do altar o que permitiu uma maior proximidade entre o grupo e o senhor padre, uma maior atenção e ao mesmo comunição. É uma festa que não distingue ricos nem pobres. A roupa que envergam é igual para todos - uma túnica branca, tanto para rapazes como raparigas.
A ladear o altar estavam os Mandamentos da Lei de Deus, recordando a entrega destes a Moisés, e ao mesmo tempo a caminhada que este grupo realizou, em especial nestes dois últimos anos.
A festa ficou ainda mais rica com a realização do baptizado do irmão de uma das crianças do grupo. Ao mesmo tempo que professavam a sua fé, recordavam o momento em que os seus pais e padrinhos o fizeram em seu nome.
Quase no final, a entrega da flor a Maria, e ainda ao Sagrado Coração de Jesus, construindo, com a sua disposição, um M de rosas brancas e um coração de rosas vermelhas, respectivamente.
Todas as crianças participaram de forma activa, nas diversas tarefas - leituras, ofertório, acção de graças. Na acção de graças, uma oração permitiu a reflexão sobre os mandamentos, através da construção da frase: "Que vos ameis uns aos outros como Eu vos amei!". Que melhor resumo dos ensinamentos que Jesus nos transmitiu.
Também os pais participaram, entregando a vela acesa aos seus filhos e rezando uma oração, onde agradeciam a caminhada realizada pelos seus filhos e pedindo apoio para continuarem.
Como lembrança as crianças receberam um diploma, com a história do santo do dia de nascimento de cada um.
Foi uma festa bonita, um trabalho árduo de 6 anos. Não sabemos quantos irão continuar a sua caminhada. Este é sempre um problema. Depois desta festa, poucos são os que continuam. Outros são os apelos que os chamam e muitas vezes a catequese fica em segundo plano. Mas a verdade é que a semente está lá, disso não há dúvida e os poucos que desejarem continuar terão o apoio merecido para prosseguirem o seu caminho!

5 comentários:

Ver para crer disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ver para crer disse...

Na minha paróquia também 24 moços e moças do 6.º ano fizeram a Profissão de Fé nesse dia. Todos de túnica branca.
Eles é que acenderam as velas. Pais e padrinhos estavam a seu lado mas tiveram um papel mais passivo na cerimónia, por contraste do que sucedeu no baptismo.
Esperemos que a maior parte continui e faça o Crisma daqui a 4 anos.
Como dizes, a semente foi e continuará a ser lançada. Os frutos - poucos ou muitos - virão talvez só daqui a uns anos. Mas virão...

anita disse...

Linda passando para te deixar milhões de beijinhos suaves e desejar-te um abençoado fim de semana.
Deus te abençoe e guarde.
Anita (amor fraternal)

joaquim disse...

Já fui catequista do 10º ano durante três anos.
Foi uma experiência única que me encheu de alegria.
Por razões várias não pude continuar mas tenho saudades das conversas catequéticas que tinha com aquele gente irrequieta!!!
obrigado pela missão que abraçaste.

Abraço em Cristo

pedro aurelio disse...

Olá paz do sr meus queridos irmão em Jesus , passai por aqui para vos desejar um inicio de um bom fim de semana .
Desde já gostava que visitassem o meu blog pk tenho textos novos , que são bastantes actuais para o nosso tempo de hoje.
Gostaria de pedir que me deixem um comentário pk me alegra muito saber as opiniões de cada um de vos
Que Deus VOS ABENÇOE RICAMENTE

Blog oficial

http://pedroaurelio.blogs.sapo.pt/